Argiloterapia

O uso da argila

     A Argiloterapia, é a utilização de recursos minerais com finalidade terapêutica. A argila é formada a partir da decomposição do solo, ocasionada por reações físico-químicas do meio ambiente, que, ao longo dos séculos, acumula minerais, como ferro, silício, manganês, titânio, entre outros.  Entre os minerais encontrados se destaca o silício, segundo elemento mais abundante na natureza.       Sua carência produz uma desestruturação do tecido conjuntivo, com sinais de envelhecimento. Por isso a argila é também utilizada para finalidades estéticas.
       As propriedades da argila variam conforme sua composição. Elas são ativadoras da microcirculação periférica, absorventes, antioxidantes, calmantes, analgésicas, cicatrizantes, descongestionantes, purificadoras, refrescantes, regeneradoras, bactericidas etc. Essas propriedades conferem à argila ações terapêuticas práticas, tais como: retardo do envelhecimento; alívio da tensão, fadiga muscular, insônia e má circulação; eliminação de toxinas, entre outras.
      As principais formas de utilização da argila para fins terapêuticos são a máscara, o cataplasma e as compressas.  
Pode ser utilizada em diversas partes do corpo:

  • no rosto para balancear a oleosidade da pele, hidratá-la e rejuvenescê-la;
  • em edemas e ferimentos não-expostos para cicatrizar (p. ex.: psoríase, acne, rosácea);
  • em dores musculares e articulares para analgesia local;
  • em terapias capilares;

      A argila não possui contra-indicação, mas devido a sua ação estimulante e ativadora da circulação, não deve ser usado por mulheres grávidas .
      Os efeitos podem ainda ser potencializados adicionando-se algumas gotas de óleos essenciais à argila. 
      Veja abaixo as diferentes propriedade existentes em cada tipo de argila:

ARGILA VERDE: rica em silício. Desinfiltra o interstício celular, é esfoliante suave, promove a desintoxicação e regula a produção sebácea. Efeitos: desintoxicante e adstringente.
ARGILA BRANCA: rica em silício e alumínio. Promove aumento na oxigenação de áreas congestionadas, a uniformização pela esfoliação suave e regula a queratinização. Efeito: revitalizador.
ARGILA CINZA: rica em silício e alumínio. Efeitos: antiinflamatório e cicatrizante.
ARGILA VERMELHA: rica em silício e ferro. Regula a microcirculação cutânea, sendo recomendada para peles sensíveis, com couperose e avermelhadas. Efeitos: regulador e tensor.
ARGILA AMARELA: rica em silício, alumínio. Resulta em efeito tensor e ativador da circulação produzido pelo ferro, além do seu maior teor de potássio. Contribui para o equilíbrio iônico e hidratante do gel celular. Efeitos: desinfiltrante, adstringente e desintoxicante.
ARGILA MARROM: Argila rara com elevado teor de silício, alumínio e titânio etc. Resulta em efeito ativador da circulação, além de contribuir com um efeito equilibrador e revitalizador. Efeitos: desinfiltrante, adstringente e desintoxicante.
ARGILA PRETA: Argila rara com elevado teor de silício, alumínio e titânio e outros . Resulta em efeito ativador da circulação, adstringente além de contribuir com a renovação celular. Efeitos: antiinflamatório, cicatrizante, tensor e desintoxicante.