Biomagnetismo

A Cura Através de Ímas

 

    O Biomagnetismo medicinal é uma terapia ou medicina alternativa que utiliza pares de ímas (com potência superior a 1000 gauss), colocados em pontos físicos, externos e específicos do corpo humano, para equilibrar o PH intracelular, eliminando vírus, bactérias, fungos e parasitas, ajudando o organismo a recuperar a saúde de forma rápida , limpa e natural.

   O PH, ou proporção de íons de hidrogênio, é a medida quantitativa da acidez ou alcalinidade das substâncias orgânicas. O PH neutro, intracelular, é o perfeito equilíbrio entre a acidez e a alcalinidade, no qual se processam todas as funções vitais normais do organismo humano, ou seja, onde não existe doença.

   Estes desequilíbrios de PH provocam a grande maioria das doenças das quais sofrem os seres vivos. Desde disfunções orgânicas e doenças mais simples até o processo degenerativo, tumorais e doenças crônicas e complexas.

     Ao Colocar a polaridade negativa ou positiva dos ímas nos focos ácidos e alcalinos dos pares Biomagnéticos desequilibrados, ele pode não só identificar a etiologia, ou seja, a causa da doença ou sintoma, mas também equilibrar o PH do organismo até leva – ló a neutralidade.Nesta condição neutra, os micro-organismo patogênicos não conseguem sobreviver.

      Um dos aspectos mais importantes do Biomagnetismo é sua qualidade preventiva. A medicina alopática não reconhece uma doença ate o surgimento do primeiro sintoma detectado pelo médico. Porem, se um paciente passar por check-ups completos de Biomagnetismo, os micro organismos patogênicos não terão a opção de associar-se entre si dentro do organismo, o que diminui muito a possibilidade de que produza uma sintomatologia.

     Dr Goiz descobriu que o vírus e os fungos possuem relação simbiótica, assim como as bactérias possuem com os parasitas. Também a ressonância entre as bactérias e os vírus são as causas das doenças, sendo um deles patogênico e outros não, dependendo da doença especifica.

     A doença localiza-se no órgão ou tecido em desequilíbrio entre cargas positivas ou negativas. Se corrigida a alteração iônica, desaparece o problema, já que retorna-se ao ponto de equilíbrio, ao nível energético normal. Disto se encarrega o biomagnetismo, já que graças a sua força da energia de polaridade negativa é capaz de impactar uma carga patológica similiar, a qual se anula quando se encontra com a carga positiva.